Páginas

27 de março de 2014

É uma saudade que eu chamo de minha, talvez por que eu tinha a intenção de ficar. E mesmo que eu saia sozinha, os sorrisos que fui ninguém vai me tirar. Justo eu, que nunca tive endereço, encontrei em você um grande apreço, meu começo, moço, sem fim algum. De sentimentos que conviviam em perfeita harmonia, sintonia, poesia de dois. Ironia do destino a gente se cruzar. 
 
Eu não quero parecer uma menina que caiu na rotina e perdeu a rima de se apaixonar. Eu prefiro ser uma mulher que ainda decora poemas, na esperança de resolver seus dilemas e depois se encontrar. Porque eu sinto, de um jeito ou de outro, que você ainda vai voltar. Nem que seja para desembarcar e logo partir, florir em mim mais uma vez. Te reinvento na minha memória, mesmo que a nossa história tenha a duração de um sorriso. 
 
(Bibiana Benites - (Des)abrigo de mim)

2 de junho de 2013

Aquietar-se

"Às vezes é preciso recolher-se. O coração não quer obedecer, mas alguma vez aquieta; a ansiedade tem pés ligeiros, mas alguma vez resolve sentar-se à beira dessas águas. Ficamos sem falar, sem pensar, sem agir. É um começo de sabedoria, e dói. Dói controlar o pensamento, dói abafar o sentimento, além de ser doloroso parece pobre, triste e sem sentido. Amar era tão infinitamente melhor. Curtir quem hoje se ausenta era tão imensamente mais rico. Não queremos escutar essa lição da vida, amadurecer parece algo sombrio, definitivo e assustador. Mas às vezes aquietar-se e esperar que o amor do outro nos descubra nesta praia isolada é só o que nos resta. Entramos no casulo fabricado com tanta dificuldade, e ficamos quase sem sonhar.”

Lya Luft

26 de outubro de 2012

Sempre

 

Por mais que eu seja sensível, reflita melancolia em algumas reflexões minhas e chore de vez em quando, eu continuo correndo atrás das borboletas, continuo vivendo, sorrindo e transformando meus dias nublados em dias de sol... Perfeitos para o nascer das flores.

13 de julho de 2012

Where.

Então me pergunto: onde você está agora?. Você me entenderia tanto que chego a me perguntar: Será que já passou por isso? E por que isso acontece? Por que não passa de uma vez?... E eu sei que você saberia todas as respostas. E ainda assim se não soubesse, já me ajudaria com a sua voz e a sua calma.

5 de julho de 2012

Só por estar com saudades


E se um dia desses te encontrar e você sorrir pra mim daquele jeito que costumava acontecer quando estávamos juntos, não direi uma palavra sequer, apenas sorrirei de volta. Sentarei ao seu lado e observarei o horizonte aproveitando um pouco da sua companhia. Só por estar com saudades. Só por estar com você.

Recordar de tempos felizes é aquecer o coração com ternura e amor. Existem pessoas que nos deixam lembranças fortes demais para esquecer, e é tão bom saber que todas essas lembranças passaram por cima da dor da distância e ocuparam lugares especiais no (meu) coração.